Psicogeriatria é uma especialidade destinada a idosos, considerando seus aspectos emocionais e as alterações cognitivas provenientes do processo de envelhecimento. Dessa forma, a terapia com enfoque nessa área é voltada para idosos que buscam a manutenção de sua autonomia e promoção de saúde, e aqueles com alguma condição clínica (acidente vascular encefálico, lesão cerebral, Parkinson, Alzheimer e outras demências, por exemplo) que afete sua autonomia e qualidade de vida.

O terapeuta ocupacional identifica as habilidades do idoso que podem ser restauradas ou adaptadas, promovendo o máximo de autonomia e independência na realização das atividades de vida diária. Ele utiliza o fazer como recurso em suas intervenções, elenca atividades que sejam significativas e prazerosas para o indivíduo para alcançar os objetivos da intervenção, a partir da experiência que ele vai tendo com os diversos instrumentos oferecidos.

As intervenções da terapia ocupacional contribuem para estruturar o cotidiano do indivíduo, preservam a habilidades remanescentes, minimizam as consequências de déficits cognitivos e funcionais, e criam ambientes favoráveis à interação social, através da manutenção das habilidades funcionais, motoras, perceptivas e cognitivas, e de adaptações para qualificar a participação das atividades cotidianas.

Fechar Menu